Branding

Como colocar meu restaurante no Google Meu Negócio

Você já ouviu falar sobre o Google Meu Negócio? Se você tem um estabelecimento, como um restaurante, lanchonete, padaria, pizzaria com certeza precisa conhecer essa funcionalidade do Google.

Criado em 2014, a ferramenta ajuda potenciais clientes a terem acesso mais facilmente sobre as informações da sua empresa.

Imagine agora uma situação para entender como ele é importante: um cliente está em uma loja fazendo compras e decide almoçar, mas ele não conhece a cidade direito. Então ele abre o Google e digita “restaurante”. Você será encontrado?

Nestes casos é que o Google Meu Negócio irá te ajudar, podendo até ser benéfico para empresas que não agem localmente.

Por que utilizar o Google Meu Negócio?

1 – Destacar sua empresa no Google
Se o seu cliente procura sobre você no Google é por que ele precisa das suas informações, como endereço, horário de telefone, comentários, fotos entre outros dados, e como deixa-las visíveis? Sim, o Google Meu Negócio faz isso por você.

2 – Interagir com o cliente
Você pode responder os comentários dos seus clientes e postar fotos para mostrar o que você faz. De acordo com o Google, “empresas que adicionam fotos às fichas recebem 42% mais solicitações de rotas de carro no Google Maps e 35% mais cliques para acessar seus websites do que as demais empresas”.

3 – Informações importantes sobre o consumidor
A ferramenta possibilita você saber ter o acesso à quantidade de pessoas que ligaram para sua empresa utilizando o número de telefone que você cadastrou e de onde elas são.
Além disso, você recebe mensalmente um relatório por e-mail com dados relevantes. Inclusive poderá saber quantas pessoas viram sua empresa no Google e quantas solicitaram informações sobre como chegar.

Saiba como cadastrar sua empresa no Google Meu Negócio

1 – Acesse o site do Google Meu Negócio e clique no botão gerenciar agora.
2 – Digite o nome do seu restaurante e veja disponibilidade dele. Se estiver disponível, clique em inclua sua empresa no Google e depois no botão próxima.
3 – Escolha a categoria do seu restaurante. Neste momento você irá especificar o tipo do seu negócio: lanchonete, pizzaria, etc.
4 – Informe a localização. Esse será o endereço informado no Google Maps e nos resultados de buscas quando as pessoas pesquinsarem.
5- Neste próximo passo informe se o seu restaurante oferece serviço de entrega, se atende por Delivery. Se a resposta for sim, você poderá informar as áreas do ambiente que o seu restaurante atende.
6 – Insira as informações de contato com o seu restaurante. Aqui você pode colocar o número de telefone ou o site do restaurante.
7 – Agora é só concluir e finalizar o seu cadastro.

Simples assim e o seu restaurante será muito mais visto!

Leia Mais
Branding

Como treinar seus garçons para encantar seus clientes

O seu time de garçons é um dos principais canais entre a imagem da sua empresa e o seu público, ele é essencial para criar uma conexão. Mas, como fazer isso com excelência para gerar bons resultados?

Vamos a seguir conferir algumas dicas de como melhorar este setor e como trazer as melhores experiências para os clientes.

Antes de tudo, sabemos que para ter uma experiência completa é necessário manter um bom funcionamento de todos os setores, desde a administração à cozinha, contudo, o bom atendimento do garçom é como ‘cereja do bolo’.

E vale ainda ressaltar que, se a sua escolha é prezar pelo trabalho manual de atendimento, ele deve ser bem feito, pois o autoatendimento online também possui seus benefícios. E não há nada de errado em manter o atendimento dos garçons, porém ele deve ser páreo para com os demais meios.

Bom, agora vamos aos pontos principais para que seu time faça um bom trabalho.


Cordialidade como característica marcante

Quem não gosta de ser tratado bem? Aliás, é o mínimo que esperamos do nosso próximo e quando se trata de servir alguém está educação vai além. O famoso ‘bom dia’, ‘boa tarde’ e ‘boa noite’ é obrigatório no atendimento. Ser sempre receptivo, atencioso, desde a anotação do pedido, a ordenação dos pratos e talheres na mesa a finalização do atendimento é também obrigatório. Para que esse seja um habito é legal criar um padrão de atendimento, para que a pessoa seja atendida bem por todos os garçons.

Conhecimento dos produtos

É bem comum que clientes peçam descrição dos pratos, peçam dicas, tirem dúvidas de ingredientes, quantidades, sabores, combinações, etc. E o garçom deve estar por dentro de todos esses detalhes para agilizar o atendimento e fazer com que o cliente se interesse ainda mais pelas opções.

Garçom vendedor

Se o seu cliente pediu uma comida, você oferece a melhor bebida, se ele irá jantar, você oferece a sobremesa, se ele quer tomar vinho, você recomenda o melhor vinho, se ele está de dieta, você oferece as melhores saladas e assim por diante. E dessa forma que o restaurante pode elevar o ticket médio. É interessante já deixar pré-montado opções que são rentáveis e gostosas.

Treinamentos frequentes

Inclua treinamentos de rotina sempre que possível, para ensinar o básico, para que todos saibam como se trabalha em um restaurante.

Segurança, limpeza (principalmente na pandemia) atendimento de mesa, organização de sala técnicas de venda, entre outros setores que incluam seus produtos e serviços.

Além disso, incentive e tente proporcionar oportunidades para que seus funcionários e faça com que estes materiais estejam sempre frescos na memória do garçom.

Gostou das nossas dicas? Fique sempre ligado em nosso blog para ler mais conteúdos. E lembre-se, o garçom é quem fica com o seu cliente do começo ao fim, as vezes até mais que o proprietário, então procure oferecer o melhor atendimento.

Leia Mais
Branding

Dicas de como otimizar o seu cardápio

O cardápio já não é mais apenas uma lista de produtos com preços, entregues na mão do cliente. Ele mudou o design e o formato, dependendo de cada segmento.

Não é segredo que a apresentação de um cardápio é de grande importância para o ramo de alimentação. Ele serve como uma vitrine que expõe seus pratos.

É por meio do seu cardápio que os clientes vão conhecer todos os seus pratos, bebidas e toda variedade de produtos. É a partir disso que ele fará seu pedido e escolherá o que irá comer.

Vamos citar aqui alguns pontos importantes para que você fique atento quanto ao seu cardápio, sem deixar a desejar e de forma que venda mais.

Deixe as categorias separadas
Organizar o cardápio por categoria ajuda na leitura e facilita para que o cliente encontre com mais facilidade o que ele precisa. Parece algo simples, mas quando o cliente entende o cardápio ele se sente mais confortável para pedir sua comida.

Escolha o design correto
O design correto faz toda a diferença no cardápio, por isso é importante trabalhar todos os elementos de forma harmoniosa, deixando as informações organizadas, guiando o olho do cliente ao que você deseja.

O design correto inclui fontes, formas geométricas, cores, espaço em branco, fotos, por isso é importante contar com a ajuda de uma empresa especializada na criação de cardápios. Todos esses pontos podem elevar o desejo e satisfação do seu cliente.

Composição dos pratos
Ao definir todos os pratos que estarão no cardápio, tenha preparado também a descrição de cada um. É necessário deixar visível os ingredientes que compõe o prato, facilita a escolha do cliente e evita possível insatisfação.

Use a tecnologia
Já percebeu que as pessoas mesmo quando estão sentados à mesa do estabelecimento não deixam de mexer no celular?

Por que então, não utilizar toda essa atenção para você? Uma ótima ideia é investir em cardápios digitais para restaurante.

Muitos estabelecimentos estão disponibilizando seus cardápios em tablets ou meios para que acessem dos seus próprios celulares. Esse diferencial faz com que ele, ao se voltar para o dispositivo mobile, esteja ainda mais envolvido pelo que seu restaurante oferece.

Viu como um cardápio de restaurante pode contribuir para o sucesso de seu estabelecimento? Se atente a todos os detalhes e boas vendas

Leia Mais
Branding, Marketing

Dicas de como melhorar o seu delivery

As estratégias online e offline quando o assunto é delivery são mais que necessárias no momento que estamos vivendo. Afinal, o delivery se tornou o melhor formato para vender durante a pandemia e esse hábito irá prevalecer por muito tempo.

Para atender no trabalho, em casa ou durante reuniões temos sempre, à nossa disposição, diversas opções de restaurantes com apenas alguns cliques. Somos consumidores que normalmente nos adaptamos rapidamente às facilidades.

Se você tem um restaurante e ainda não pensou em atender online, o momento é agora. Se você já está no mundo digital e busca estar sempre presente quem procura uma boa refeição via delivery, as dicas que separamos são essenciais para sua estratégia.

Marque presença nas redes sociais

Esse primeiro ponto para que você crie uma relação com seus clientes. Para isso você tem que se tornar um referencial para que seus consumidores em potencial o encontrem com informações relevantes sobre seus serviços e produtos.

Mas como existem diversas redes sociais para divulgar, você precisará entender qual faz mais sentido para o seu estabelecimento na hora de oferecer e divulgar seus produtos. No geral ampliar sua comunicação através dos stories, compartilhar seu cardápio, abordar as vantagens que oferece em relação à concorrência, depoimentos no feed. Você pode criar vídeos mostrando o preparo de cada prato, entre outras inúmeras ações. Tudo isso para engajar seus consumidores.

Estruture seu sistema interno para atender a demanda

Não adianta marcar presença nas redes e apps de entrega se você não estruturar a sua equipe interna para atender com eficiência todos esses canais. É importante estabelecer por onde você aceitará os pedidos, sem deixar nenhum cliente em dúvida se o pedido está em produção ou não. É importante, se possível, ter alguém à disposição para responder às mensagens e comentários sobre dúvidas.

Coloque fotos e descrições dos pratos nos canais

Um cardápio que vende deve conquistar os clientes pelos olhos e imaginação. Por isso, tire boas fotos e coloque detalhes na descrição que chamem atenção para os seus produtos, além de detalhar quais são os ingredientes. Essa é uma ótima tática para despertar o apetite do cliente além de evitar que ele faça muitas perguntas.

Inclua a tecnologia no seu negócio

Para ajudar a organizar processos e ter mais organização e agilidade as tecnologias como software de gestão de estabelecimentos são uma ótima opção.

Eles podem auxiliar na fila de pedidos, no gerenciamento de entregas e clientes, ter mais organização de mesas e comandas.

Gostou das nossas dicas de estratégias para delivery? Esperamos ter ajudado e caso tenha mais dicas, poste nos comentários para ajudar também outras pessoas.

Leia Mais
Branding

Dicas para retomada segura do seu restaurante

Entre tanta indecisão, abre e fecha de atendimento presencial, os bares, restaurantes, lanchonetes sofrem por não poderem receber seus clientes no estabelecimento.

Desde o começo da pandemia esse setor passou por uma grande adaptação, o que já exigiu aprendizado e dedicação. No momento que vivemos, novas fases da pandemia chegaram para algumas cidades do Brasil e o fato que um dia a reabertura presencial será uma realidade para todos (assim esperamos).

E mesmo que o cenário ainda seja incerto, é necessário estar preparado e com as estratégias traçadas, além de preparar o seu público para que estejam cientes das suas ações e posicionamento em um momento de reabertura.

Algumas pessoas se sentem ainda inseguras para quebrar o isolamento social, outras desejam ansiosamente finalmente sair de casa e para ambas tomar os cuidados é necessário. Tanto como cuidado com a doença, como atrair clientes para faturar.

Por isso, reunimos aqui algumas orientações e protocolos para retomada de atividades para Bares e Restaurantes com segurança.

Cardápios

Ofereça cardápios em outras formas, como online com acesso por QR Code. Esse formato evita o contato humano, com objetos e ainda diminui a circulação de pessoas pelo ambiente. Se você ainda não está adepto a tecnologia uma opção é plastificar o cardápio para que seja possível fazer a higienização.

Higienização do ambiente

Esse fator é um dos primordiais para oferecer segurança e prevenção. Faça a limpeza do banheiro com maior frequência, assim como de maçanetas, corre mão, interruptores e torneiras. Evite oferecer toalhas de tecidos e se você oferecer ela deve ser trocada a cada cliente. Outra dica é plastificar as mesas e não usar toalhas de mesa ou guardanapos, assim a higienização é mais fácil e ágil.

Máquina de cartão

Aqui o contato com as mãos é muito grande, o que pode ser um perigo. O que se pode fazer é plastificar a máquina para facilitar a limpeza e evitar contágio. Além disso, apesar da tecnologia já ser bastante utilizada, muitos não se acostuma usar o cartão com a função de aproximação, se a sua equipe não tem esse hábito é bom adéque-los para esse formato.

Funcionário fiscalizador

Uma prática útil é designar um funcionário para ficar responsável em analisar se todos os protocolos estão sendo seguidos, além de recepcionar e orientar clientes que chegam sobre as medidas de segurança.

Ações do cliente para maior segurança
• Checar as práticas de prevenção de bares e restaurantes antes de ir aos locais
• Os protocolos devem incluir uso obrigatório de máscara entre funcionários e clientes quando não estão comendo ou bebendo
• Verificar se há área externa e optar por essa alternativa, se possível
• Informar-se se é respeitada a distância mínima de dois metros entre as mesas
• Evitar horários de maior movimento
• Dê preferência a locais com menu online ou via app, porque isso torna os pedidos mais rápidos e seguros
• Siga e respeite rigorosamente todos os protocolos.

Cuidados dos funcionários
• A equipe deve ser orientada a lavar as mãos na chegada ao trabalho e ao longo do expediente. Deve ser uma rotina contínua
• É essencial falar sobre a correta utilização da máscara e garantir que todos usem a proteção de forma adequada
• Outra dica é pedir aos funcionários para que, se for possível, troquem a roupa e o calçado usados no caminho ao trabalho
• Os proprietários devem criar procedimentos para que os trabalhadores possam informar os supervisores sempre que tiverem algum sintoma ou em caso de doença. Nesses casos, eles devem ser afastados
• Colaboradores de grupos de riscos devem trabalhar em setores que não tenham contato direto com o público.

Seguido esses procedimentos você estará garantindo a saúde do seu restaurante e dos seus clientes. A confiança gerada neste momento pode ser o diferencial para atrair clientes. Boas vendas!

Leia Mais