Tecnologia

Como escolher um sistema de delivery para o meu restaurante?

Temos visto a palavra delivery estampada em diversos lugares, nas redes sociais, em estabelecimentos, na televisão. Decorrente do momento em que vivemos em 2021 isso é mais que comum.

Alguns restaurantes, lanchonetes, bares já trabalhavam com esse formato, mas a grande demanda por conta das portas fechadas necessitou de um sistema estruturado que atendesse com excelência os pedidos do delivery.

Quem prontamente buscou uma solução saiu na frente, comparado aqueles que não procuraram melhorar. E qual o resultado de um estabelecimento não preparado? Menos pedidos, menos faturamento.

Ninguém tem paciência para demora, para pedido trocado e até pedido que nem foi anotado! Por isso estamos aqui para dar algumas dicas para que você escolha um bom sistema de delivery e possa aumentar a eficiência do seu restaurante!

O que avaliar na hora de escolher um sistema para delivery?

 

Confira se o sistema é de fácil implementação
De nada adianta ter um sistema se ele é de difícil entendimento e irá dar mais trabalho ainda mais a frente.

Verifique as opções de gerenciamento dos pedidos
É possível atualizar as etapas em que o pedido está? Há possibilidade de visualizar todos os dados daquele pedido como forma de pagamento, prato escolhido e dados do cliente? Esses são pontos importantes para não se perder e acabar errando, como acontece muito. Sabe aquele sábado à noite quando você pede pizza de calabresa e chega um x-salada? Então!

Veja se há integração com aplicativos
Se você trabalha com mais aplicativos esse é uma ferramenta importante para que o controle de onde as suas vendas são feitas estejam no relatório e você entenda melhor seus canais. Aliás, sistemas que possuem relatórios agregam mais valor.

Cadastro de funcionários e clientes
Imagine todas as vezes que um cliente fizer um pedido você tenha que colocar todos os dados dele de entrega? Na correria isso pode atrapalhar. Uns bancos de dados com os dados dos clientes agregam em diversos pontos tanto na fidelização com ações como para agilidade do processo. E com os funcionários cadastrados você pode ter controle de quem será o responsável por aquela entrega.

Bom, se ainda resta dúvidas quanto utilizar ou não um sistema, pare para pensar como é fazer todos os esses itens acima manualmente e como seria feito com de forma automatizada.

O Onchef apresenta todos os benefícios acima citados atrelados a muitas outras funcionalidades que irão melhorar e muito a sua produtividade.

Leia Mais
Tecnologia

Gestão financeira para restaurante

A gestão financeira para restaurante é o medidor da saúde do negócio, se tudo está organizado e planejado as coisas irão caminhar bem, mas caso algum ponto esteja com falhas, as consequências são desagradáveis.

Ter estratégias para a gestão financeira é o essencial na teoria, mas na prática nem todos os estabelecimentos conseguem se organizar por conta da rotina, correria, acumulo de funções e até falta de instruções.

Em momentos de crise, como na pandemia, o planejamento é ainda mais importante, sabendo que para muitos empreendedores o faturamento financeiro foi a área mais afetada.

Mas, se você deseja resultados positivos para o seu restaurante, é necessário começar a mudar alguns conceitos, se organizar e investir para deixar a gestão financeira do seu restaurante saudável.

O que é gestão financeira para restaurante?

Gestão financeira significa realizar atividades técnicas administrativas que incluem alguns pontos essenciais, como: planejar, analisar e controlar o financeiro completo do seu negócio.

Mas uma priorização errada nas atividades pode prejudicar e muito a gestão do restaurante, por isso a dedicação deve ser exclusiva para essa tarefa, apesar de complexa e com muitos fatores. E fica ainda mais difícil quando feita apenas manualmente ou sem organização de etapas, documentos, históricos entre outros elementos.

E outras atividades que envolvem todo andamento do restaurante também são de responsabilidade da gestão financeira, por exemplo o controle de entradas e saídas no fluxo de caixa, controle das contas a pagar e receber, controle de estoque, criação de metas e objetivos a serem atingidos.

Mas como melhorar a gestão financeira do meu restaurante?

Tenha um planejamento regular – é importante saber tudo o que acontece no restaurante, assim como ter previsões de algumas atividades que acontecerão. Além disso é necessário planejar estratégias para alavancar os negócios.

Levante as despesas e contas a pagar – com qual frequência você deixa isso de forma clara, visível e organizada? Se você não as organiza, como sabe as prioridades e como controla o caixa? Esse ponto é importante para que as contas estejam todas em dia.

Automatiza o máximo de tarefas – inovar é uma das chaves do crescimento e hoje, os softwares são uma ótima opção para quem deseja ter facilidade e produtividade. Eles atendem a muitas demandas que interferem diretamente na vida do empreendedor, dos funcionários e até dos clientes. Essa é a solução para muitas empresas que possuem uma gestão bem-feita e, consequentemente, mais sucesso.

Leia Mais
Tecnologia

OnChef x iFood: a integração que você precisa agora está On

Recentemente trouxemos um conteúdo afirmando que “a produtividade do seu estabelecimento é uma consequência do bom atendimento”, pois, bem, um bom atendimento começa pela agilidade. Já viu alguém com fome ter paciência? A resposta é não. Então, seja rápido.

Além de oferecer um sistema mais prático com todo o suporte necessário para a organização do seu estabelecimento, agora o OnChef também está integrado ao iFood. Isso significa que você não precisará aceitar o pedido no iFood e reescrevê-lo no seu sistema. Essa integração traz muitas vantagens ao seu estabelecimento, reduzindo a possibilidade de erros, além de poupar tempo. Assim é possível um atendimento mais eficiente.

Em apenas um clique, os pedidos do iFood são aceitos, enviados para a cozinha e cadastrados no software. Com todas as informações que você precisa reunida em apenas um lugar com relatórios completos, você prestará um melhor atendimento e entenderá melhor o seu negócio.

COMUNICAMOS QUE: não temos nenhum tipo de vínculo com o iFood, este é apenas um artigo para auxiliar as empresas.

Leia Mais
Tecnologia

O controle de estoque do seu estabelecimento está desorganizado? Saiba como melhorar

Todo restaurante precisa manter bem organizado seus produtos e materiais em estoque para conseguir prestar um serviço de qualidade e evitar ao máximo erros por conta do estoque. E isso pode ser possível através de um sistema para restaurante.

Um controle de estoque de restaurante eficiente evita perdas e a falta de produtos, além de influenciar diretamente no financeiro e no atendimento da empresa.

Alguns erros comuns acontecem com muitos restaurantes que se perdem na organização por conta de quantidade de estoque e a movimentação diárias, além do acumulo de funções por conta de quem cuida do estoque, que muitas vezes cuida também do caixa, cozinha, salão, entre outros.

Em algumas situações o planejamento manual, sem um controle fixo, pode te deixar na mão. Acontece muito também o fato da comunicação entre partes do restaurante não serem precisas e gerar ruídos entre setores, que, necessariamente precisaria de uma comunicação limpa.

São esses e diversos problemas que restaurantes, bares e lanchonetes enfrentam devido a falta do controle de estoque.

 

Mas como melhorar a gestão do meu estoque?

O controle do estoque necessita de atenção para as seguintes atividades: vendas, compras, movimentações, transferência, relatórios, fornecedores. E dar conta de todos esses pontos manualmente ou com milhares de planilhas, pode ser uma tarefa difícil, ainda mais quando há demais coisas a fazer.

Por isso a tecnologia traz vantagens para que tudo seja feito com maior praticidade, facilidade e organização. Os sistemas de controle de estoque são uma opção no mercado que tem ajudado muitos donos de estabelecimento ter maior produtividade e assertividade, sem chances de erros e prejuízos.

 

Quais as vantagens e atribuições de um controle de estoque feito por um sistema?

Não há quem não queiria ter o estoque todo organizado, facilidade de cadastro de notas, movimentações documentadas e automáticas, né? Os sistemas de gestão para empresas de alimentação cumprem esses benefícios.

 

Maior organização do estoque

O controle de estoque, pode organizar seu estabelecimento e acabar com os erros e dores de cabeça. De forma mais rápida e objetiva você pode organizar todos os seus produtos por categorias, classificando-os, de forma que poderá ajudar na conferência e controle.

Manualmente essa tarefa demandaria muito tempo e estaria suscetível a erros com maior facilidade, além de que a consulta destes produtos é mais dificultosa.

 

Ficha técnica

Com o cardápio do seu bar, restaurante ou lanchonete em mãos é imprescindível que você tenha também a Ficha Técnica. Ela é utilizada em qualquer cozinha de restaurante e quanto maior o grau de precisão mais fácil de administrar o negócio.

Uma das dificuldades encontradas pelo dono ou gestor dos estabelecimentos de alimentos e bebidas é conseguir quantificar os custos de produção.

A Ficha Técnica contém o custo de cada ingrediente, a quantidade que vai no cardápio e o custo de cada produção.  E conhecer a margem real de lucro só é possível se conhecer com o custo efetivo.

Com essas informações fica também mais fácil para fazer a retirada e controle do seu estoque.

 

Entrada e retirada de estoque

As conferências de entrada de mercadorias passam muitas vezes despercebidas pelos proprietários, mas essa tarefa merece atenção. Dados importantes como data de entrega, quantidade e dados do registro devem ser feitos assim que recebidos e com o sistema de gestão o lançamento de compras é facilitado permitindo o controle de custo.

Já o controle de retirada de mercadorias ajuda na organização do que está em falta e nas compras de produtos. Se controlada pelo sistema, a possibilidade de erro é menor, por exemplo, a falta de produtos em dia de funcionamento do estabelecimento.

 

Custo-benefício

O custo-benefício se torna um ponto interessante visto as vantagens que o sistema de gestão gera para o estabelecimento de forma geral. A produtividade, otimização de espaço e tempo trazem benefícios no resultado final.

 

Conclusão

Parece mentira, mas é possível não precisar mais perder tempo contado estoque, nem sofrendo com ficha técnica no papel e muito menos com planilhas extensas e confusas.

Por fim, administrar corretamente o estoque, ajuda criando uma rotina sobre o que precisa ser comprado, o que não serve mais e o que ainda está em uma quantidade adequada. Dessa maneira ainda há como estar atento a preços atrativos e condições de pagamento vantajosas.

O estabelecimento só tem a ganhar com a tecnologia dos sistemas de gestão de controle de estoque, e uma ajuda no gerenciamento junto com o crescimento do negócio é sempre bem-vinda.

A melhor solução hoje do mercado tem sido o investimento em automatizações. A integração de todo o restaurante unido a tecnologia na mão do cliente e do funcionário como cardápio digital, comanda eletrônica, controle de mesas trazem maior retorno financeiro.

Leia Mais
Tecnologia

5G no Brasil retoma discussões para sua concessão em 2020

A tecnologia 5G é a rede de internet móvel de quinta geração que possibilita cobertura mais ampla, estável e velocidades de download ainda maiores. Além de propiciar mais “conversa” entre as máquinas, porque permite a conexão entre outros objetos, não apenas entre telefones, caracterizando a Internet das Coisas.

Leia Mais
Marketing, Tecnologia

Facebook vai banir crianças e adolescentes que se dizem maiores de idade nas redes

Todo usuário do Facebook, ao se cadastrar na rede social, precisa marcar que “leu e concorda” os termos descritos, que dize que não pode ser usado se for menor de 13 anos. Mesmo assim, isso não impede que crianças mais jovens abram contas no site.

Levando em consideração o fato, o Facebook optou por adotar uma postura mais rígida contra a entrada de crianças na rede social. A empresa irá passar a banir perfis suspeitos de pertencerem a pessoas menores de 13 anos sem aviso prévio, disse o TechCrunch.

Atualmente, a política usada pelo Facebook é banir perfis de crianças quando são denunciadas e avaliadas por terem mentido a idade. A partir de agora, as contas serão bloqueadas após serem investigadas por qualquer outro motivo, comunicou a empresa.

Assim, caso um usuário seja denunciado por usar a foto de outra pessoa, e o Facebook descobrir através de uma apuração que o perfil pertence a uma criança menor de 13 anos, a conta em questão será bloqueada de qualquer modo.

Para recuperar a conta, caso tenha sido bloqueado por engano, o usuário terá que apresentar ao Facebook uma “prova” de que não mentiu a idade, como um documento pessoal com foto, ou mesmo a certidão de nascimento.

A medida começou a ser tomada após uma reportagem no Reino Unido denunciar uma política de “vista grossa” em agências terceirizadas encarregadas de revisar o conteúdo postado no Facebook, o que quebraria as regras do Facebook.

De acordo com um funcionário de uma agência chamada CPL Resources, na Irlanda, ele foi instruído a ignorar perfis que pareciam de menores de 13 anos.

“Só precisamos que a pessoa admita que é menor de idade. Se não, não apenas fingimos que somos cegos”.

O Facebook não aceitou a reportagem e disse que todo o trabalho de agências terceirizadas é checado uma segunda vez por funcionários da própria rede social. Mesmo assim, a companhia afirmou que está reforçando o trabalho.

font: https://www.evidenciador.com.br/acontece/tecnologia/facebook-vai-banir-criancas-e-adolescentes-que-se-dizem-maiores-de-idade-nas-redes/

Leia Mais
Tecnologia

Celulares irregulares serão bloqueados

Clientes de operadoras de telefonia celular de dez estados, incluindo o Rio, que usam aparelhos irregulares começaram a receber neste domingo mensagens de alerta sobre possível bloqueio dos equipamentos. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) iniciou no domingo a segunda etapa do projeto ‘Celular Legal’, que visa retirar de circulação aparelhos irregulares adquiridos a partir do último fim de semana. A medida já estava valendo em Goiás e Distrito Federal. A expectativa é de que até meados de 2019, mais de 800 mil celulares sejam bloqueados.

A terceira fase, em que serão feitos os bloqueios, ocorre em 8 de dezembro. Segundo as recomendações da Anatel, os usuários que forem notificados devem buscar providências, como procurar o vendedor do aparelho.

No Rio, um dos pontos em que mais ocorrem operações para coibir venda e receptação de aparelhos irregulares é a região da Rua Uruguaiana, no Centro. Não à toa. Dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) mostram que de janeiro a agosto deste ano, o número de roubos no entorno aumentou 11% em relação ao mesmo período de 2017. Em todo o estado, este tipo de crime cresceu 9%, ultrapassando a marca de 17 mil casos.

Segundo a Anatel, são considerados irregulares celulares extraviados, roubados, clonados ou que ainda não foram aprovados pela agência. Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Tocantins, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, estão entre os estados que passam a contar com a medida.

“É muito importante sabermos a procedência dos aparelhos que compramos. Se antes já tomava cuidado, agora vou redobrar a atenção”, garante o técnico em mecânica Felipe de Oliveira, 28 anos.

Já a professora Laisla Oliveira, 29, diz que a medida é válida, mas que não a preocupa. “É iniciativa deveria partir das próprias pessoas. Minha criação não me permite comprar celular roubado ou adulterar o aparelho. Mas como tem quem compre e quem venda, é algo (o bloqueio) necessário”, afirma.

Veja como conferir a identificação

Assim como todo cidadão, cada equipamento tem o seu número de identificação, algo como o número do CPF. No caso dos aparelhos, este código chama-se IMEI (Identificação Internacional de Equipamento Móvel) e fica sempre na parte interna, onde fica a bateria .

Para saber se o número de IMEI é legal, basta discar *#06#. Se a numeração coincidir com o que aparece na caixa, o aparelho é regular. Caso contrário, há grande chance de ser irregular.Durante os próximos dois meses e meio, os usuários de celulares irregulares receberão mensagens da Anatel informando que o aparelho poder ser bloqueado. O cliente terá esse período contestar a loja onde comprou, se for o caso, devolvê-lo ou então trocar o produto.

O bloqueio dos aparelhos será feito a partir de 8 de dezembro. A última mensagem, na véspera do bloqueio, apresentará o seguinte conteúdo: “Operadora avisa: Este celular IMEI XXXXX é irregular e deixará de funcionar nas redes celulares. Acesse www.anatel.gov.br/celularlegal ou ligue *XXXX”.

fonte: https://www.evidenciador.com.br/acontece/celulares-irregulares-passam-a-ser-bloqueados/

Leia Mais